| | | | | |

INTRODUÇÃO

    Esta obra tem como finalidade abordar alguns pontos fundamentais da Fisiologia Humana visando ao aluno da área médica um melhor entendimento dos mecanismos do organismo.
    Obviamente por mais que quiséssemos não teríamos condições de fazer uma abordagem muito específica, entrando nas particularidades de cada um dos fantásticos sistemas que o corpo humano possui. Logo, vamos dar ênfase a alguns destes sistemas tentando mostrar um pouco da perfeição que possuímos e muitas vezes não nos damos conta, o organismo humano.
    A Fisiologia trata funcionalmente de cada um dos sistemas do organismo humano, tentando assim passar uma idéia da integração real existente entre estes sistemas para que se atinja a homeostasia. Esta homeostasia porém é regulada por amplas redes de controles por feedback que produzem o balanceamento necessário, sem os quais não conseguiríamos viver.
    Alguns mecanismos são explicados neste manual, num capítulo inicial vamos abordar os aspectos gerais da Fisiologia Humana e suas regulações básicas. Numa segunda etapa abordaremos as células sangüíneas, e faremos uma breve apresentação dos glóbulos brancos entrando em maiores detalhes nos glóbulos vermelhos demonstrando sua importância no transporte de gases e outros componentes. Num terceiro capítulo abordaremos aspectos referentes a membrana plasmática e seus mecanismos de transportes entre o meio intracelular e extracelular, incluindo transporte passivo e transporte ativo. Também discutiremos as bombas de sódio e potássio enfocando sua importância para a célula e seus potenciais.
    A seguir faremos uma discussão da transmissão do potencial elétrico num neurônio, abordando aspectos físicos e químicos da sinapse neuronal. Discutiremos a função das proteína receptoras, eventos elétricos durante a excitação neuronal, potencial pós-sináptico excitatório (PPSE) e potencial pós-sináptico inibitório (PPSI). A seguir abordaremos alguns aspectos fisiológicos da transmissão neuromuscular.
    No capítulo seguinte discutiremos o músculo estriado esquelético e sua contração. Ainda num capítulo posterior falaremos do músculo liso, comparando-o ao estriado esquelético.
    Haverá uma breve discussão sobre o sistema nervoso autônomo, dando muito destaque às ações da noradrenalina, adrenalina, acetilcolina (ACh) e de outros neurotransmissores nas diferentes partes do organismo humano. Destaco uma atenção especial para o efeito funcional da medula da glândula supra-renal (produtora das catecolaminas) que um dia, achava-se absolutamente inútil para o organismo. Este capítulo apesar de “descolado” do capítulo onde realmente abordaremos o sistema nervoso, serve como base para entendermos a fisiologia gastrointestinal, cardiovascular, renal entre muitas outras.
    Em seguida, a discussão fisiológica do sistema gastrointestinal, descrevendo ações hormonais e mecânicas que este sistema desenvolve quando estimulado neuronalmente e mecanicamente pelo alimento. Daremos também uma visão sobre as secreções que ocorrem ao longo do tubo alimentar.
    Entraremos enfim, no sistema cardiovascular, dando uma visão anatômica inicialmente e mais adiante mostrando aspectos fisiológicos do funcionamento deste órgão e suas ações sobre os diversos outros sistemas.
    Após esta discussão sobre o sistema cardiovascular discutiremos outro sistema diretamente envolvido com este anterior, o sistema renal. Também daremos uma visão inicialmente anatômica do rim e posteriormente discutiremos seus aspectos fisiológicos, mostrando sua importância na regulação do líquido corporal, na pressão arterial, na excreta de escórias corporais e também no equilíbrio ácido-base. Com o término da exposição da fisiologia renal, termino uma primeira etapa do Manual de Fisiologia.
    Entraremos então numa Segunda parte do Manual, um estudo em cima das particularidades do sistema respiratório, também inicialmente tendo uma visão anatômica e logo em seguida discutindo aspectos fisiológicos deste sistema. Patologias deste sistema são discutidas em capítulos de aprofundamento.
    Discutiremos a Neurofisiologia onde veremos “muito superficialmente” o fantástico mecanismo que o sistema nervoso desenvolve sobre nossos órgãos e músculos, enfocando a função da medula espinhal no controle reflexivo. Vamos mostrar a classificação dos sentidos somáticos.     Abordaremos algumas patologias associadas ao sistema nervoso como por exemplo o edema cerebral e a epilepsia. Citamos muito superficialmente o diagnóstico por eletroencefalograma (EEG) mostrando suas 4 variações: as ondas alfa, beta, teta e delta. E faremos um fechamento do assunto abordando a circulação cerebral.
    Para concluir este manual, discutiremos o sistema endócrino, inicialmente fazendo uma abordagem geral descrevendo seus hormônios e mecanismos de controle e posteriormente entrando em seus órgãos (hipófise, tireóide, pâncreas, supra-renal,etc), detalhando um pouco melhor seu funcionamento. Fecharemos o tema discutindo os aparelhos reprodutores masculinos e femininos. Este capítulo também conta com aprofundamentos e curiosidades sobre o assunto.
    Este manual contém alguns apêndices onde o aluno terá acesso a diversos aprofundamentos relevantes ao “capítulo fisiológico” desenvolvido.     Outros capítulos ditos “extras”, contém algumas curiosidades relevantes à fisiologia humana, são informações úteis para um maior conhecimento da medicina clínica.
    Um capítulo foi desenvolvido: “unidades e símbolos”: este capítulo mostra ao aluno as mais comuns unidades e relações fisiológicas utilizadas nesta disciplina. Este capítulo foi desenvolvido na língua inglesa devido a abundância dos símbolos utilizados neste idioma.
    Achei conveniente anexar a este manual um “Manual de Primeiros Socorros”, não só úteis aos alunos da área médica como também às pessoas leigas que podem passar por situações cotidianas onde necessitaram manipular um paciente ou então ajudar uma vítima sem ter real conhecimento de como isto pode e deve ser efetuado. Que fique bem claro que este manual de forma alguma substitui um conhecimento médico mas sim alertará para algumas atitudes indevidas que não poderão ocorrer numa situação real. Como referência foi utilizado o material do     Hospital Israelita Albert Einstein e também o Pediatric Advanced Life Support desenvolvido pela American Academy of Pediatrics.
    Procurei no decorrer da realização deste manual, sem muito me aprofundar, citar algumas patologias, fazendo assim um pouco da integração entre Fisiologia e Patologia, a Fisiopatologia indispensável ao profissional da saúde.
    Como material de base utilizei a obra “Tratado de Fisiologia Médica” escrita pelo Arthur C. Guyton, M.D. e John E. Hall, Ph.D. e colaboradores. A edição utilizada data de 1997 publicada pela editora Guanabara Koogan. Outra obra também foi muito explorada: “ Fisiologia”, escrita pelos autores Robert M. Berne e Matthew N. Levy e colaboradores, publicada pela editora Guanabara Koogan em 2000.     Alguns sites foram utilizados e também devidamente referidos. Enciclopédias eletrônicas também ilustram um pouco este manual.
    Outras fontes também foram utilizadas e encontram-se devidamente referidas nas “referências bibliográficas”.
    Agradecimentos especiais aos co-autores que muito contribuíram para a realização desta obra.
    Sem medo de estar equivocado posso afirmar que a fisiologia é uma das grandes pilastras na formação do profissional da saúde.